Anfavea: Indústria trabalha para entender e atender nova demanda de veículos

Após um “ano que deveria ser retirado do calendário”, Luiz Carlos Moraes indica que aos poucos a indústria está retomando o oxigênio que faltou no pico da crise provocada pela pandemia de coronavírus. O presidente da Anfavea, entidade que reúne os fabricantes de veículos instalados no Brasil, pondera que o setor ainda tem muitos desafios a superar, como a escassez de insumos para produzir e a alta generalizada dos custos de produção trazida pela desvalorização cambial e encarecimento das matérias-primas. Neste podcast especial #ABX20, o dirigente analisa os principais desafios e avalia que no momento a indústria tenta entender e atender a nova demanda surgida após o pico da Covid-19. Superado 2020 e talvez 2021, Moraes acredita que as empresas vão retomar os investimentos para crescer e acompanhar as principais tendências tecnológicas globais, com desenvolvimento da eletrificação dos carros, maior uso de combustíveis alternativos, introdução de novos sistemas de segurança e de redução de emissões. Contudo, tudo isso deixa os veículos mais caros, encolhe o mercado, em uma equação que para o presidente da Anfavea só poderá ser resolvida com a volta do crescimento econômico mais vigoroso, que gere empregos e traga mais renda aos consumidores brasileiros, para que eles possam pagar pelas tecnologias que tanto desejam.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: